Ā 

šŸ„‡ Controle de pragas em hospitais: saiba como combater

Atualizado: 4 de out. de 2019



O controle de pragas em um ambiente hospitalar nĆ£o Ć© uma tarefa fĆ”cil, uma vez que se trata de um lugar que estĆ” em constante atividade, faz uso de diversos recursos que nĆ£o podem ser contaminados ou danificados no processo de eliminaĆ§Ć£o das infestaƧƵes, alĆ©m da presenƧa dos pacientes, muitas vezes extremamente fragilizados e, portanto, mais propensos a contrair algum tipo de infecĆ§Ć£o.


Ɖ importante, antes de se comeƧar a discutir as infestaƧƵes, fazer uma diferenciaĆ§Ć£o entre uma ocorrĆŖncia episĆ³dica e uma infestaĆ§Ć£o de pragas propriamente dita para se tomar a providĆŖncia cabĆ­vel.


Ainda que o maior problema com pragas seja a questĆ£o da contaminaĆ§Ć£o e tudo o que isto acarreta, vale destacar que hĆ” a possibilidade de insetos se infiltrarem nas instalaƧƵes elĆ©tricas e causar danos aos equipamentos, ou atĆ© mesmo um curto-circuito. Ɖ necessĆ”ria atenĆ§Ć£o, uma vez que a maioria dos equipamentos de hospitais e clĆ­nicas Ć© alimentada por fontes de energia elĆ©trica.

A incidĆŖncia de pragas depende nĆ£o somente da higiene e limpeza do local, mas tambĆ©m da sua localizaĆ§Ć£o e manutenĆ§Ć£o.


Saiba mais:

O controle de pragas e de microorganismos em hospitais Ć© realizado por empresas especializadas e deve seguir as normas estabelecidas pela ANVISA. Dentre as exigĆŖncias da ANVISA, destaca-se a obrigaĆ§Ć£o da empresa que presta esse serviƧo de garantir o mĆ­nimo impacto ambiental, a saĆŗde do consumidor e do aplicador dos produtos.


Ɖ importante ressaltar que os produtos utilizados, manipulados e descartados sĆ£o de responsabilidade da empresa contratada. O profissional que faz a preparaĆ§Ć£o e a aplicaĆ§Ć£o do produto deve estar habilitado por meio de treinamentos e certificaƧƵes legalmente definidos.


Por fim, o controle de pragas em hospitais deve ser monitorado e realizado frequentemente para evitar proliferaĆ§Ć£o no local. Esses animais podem ser importantes veiculadores de fungos e bactĆ©rias resistentes a vĆ”rios antibiĆ³ticos e, nos piores casos de infestaĆ§Ć£o, resultam em infecƧƵes hospitalares de grande porte.


Contrate nosso serviƧo de DedetizaĆ§Ć£o em Hospitais Rio de Janeiro.

Ā